março 13, 2015

Veredas são caminhos abertos, livres
entre florestas inóspitas ou suaves
e são símbolos de ruas de escassez
de cidades com os seus bairros de mágoa.
O século do Homem Só era este século,
em que o trabalho brilhou como uma estrela
e depois doeu com a cruz da miséria.

Fiama Hasse Pais Brandão, Cenas Vivas, in
"Peregrinação e Catábase" Relógio d'Água,
Lisboa, 1996, p.111

2 comentários:

Lilian disse...

Maravilhoso!Obrigada por dividir conosco!

vbm disse...

:)