junho 30, 2009



Do Fio de Ariadne chegou a este blog experimental o prémio
LEMNISCATA por amável escolha da Ana Paula
cuja distinção me honra e enche a alma
do prazer de existir muito para lá
do ler experimentado deste
modesto blog :)


Eis o texto oficial relativo ao prémio:

O blog Fio de Ariadne
atribuiu o prémio
Lemniscata

ao blog experimental


“O selo deste prémio foi criado a pensar nos blogs
que demonstram talento, seja nas artes, nas letras,
nas ciências, na poesia ou em qualquer outra área
e que, com isso, enriquecem a blogosfera
e a vida dos seus leitores."

Sobre o significado de LEMNISCATA: “curva geométrica com
forma semelhante à de um 8; lugar geométrico dos pontos
tais que o produto das distâncias a dois pontos fixos
é constante.”

Lemniscato: ornado de fitas; Do grego Lemniskos,
do latim, Lemniscu: fita que pendia das coroas
de louro destinadas aos vencedores
(In Dicionário da Língua Portuguesa, Porto Editora).

Acrescento que o símbolo do infinito é um 8 deitado,
em tudo semelhante a esta fita, que não tem interior
nem exterior, tal como no anel de Möbius,
que se percorre infinitamente.
(Texto da editora de “Pérola da cultura”.)


Do blog da Sol, recolho a menção
de várias curvas resultantes
de várias equações :):


> a Lemniscata de Bernoulli - (x^2 + y^2)^2 = 2a^2 (x^2 - y^2)




> a Lemniscata de Booth - (x^2 + y^2)^2 +4y^2 =4c(x^2 - y^2)




> a Lemniscata de Gerono – x^4 - x^2 + y^2 = 0




De acordo com as regras, este prémio
é para ser atribuído a 7 blogues,
os quais nomeio a seguir:


aluaflutua

Modus vivendi

conversas de xaxa

Recalcitrante

outra Física

Amok-A memória perdida

Bebedeiras de Jazz

6 comentários:

Ana Paula disse...

Ficou excelente, Vasco!

Parabéns aos lugares por ti premiados! Todos prémios merecidos, seguramente.

Pois, a mim, enche-me de genuína alegria a existência deste Blog Experimental :) Tal como o facto de ser um dos meus lugares de eleição - é onde a partilha com os outros está sempre presente!

Parabéns e um beijinho da Ana Paula

vbm disse...

:)

Obrigado, Paula.

mdsol disse...

Parabéns Vasco. Bem merecido, o prémio.

:)))

vbm disse...

:)

É. Eu também gosto do blog! :)
Se bem que ele não seja propriamente meu,
mas sim das coisas que me encantaram (e encantam).


Mas agora, a menina APaula
desafiou-me a argumentar
contra (ou a favor)
de um livro

que estou a ler - entre outros -,
de filosofia do eu existencial,
uma espécie de filosofia da
medicina ou da psicanálise.


Ora, toda esta admiração que tributo
a estetas como Omar Khayyam, Nietzsche
- e também Descartes e Espinosa -,
não é senão uma espécie "eudiceia",

que não me faz perder de vista
a noção de que, há três mil anos´,
eu não existia nem em sonhos,
e daqui a três mil anos, nenhum
traço restará de mim.


Daí o meu fascínio repousado na ciência,
de que, apesar de tudo transitar, há modo
de conhecer o mundo e transmitir
esse saber entre as gerações,

ao ponto de

eu lembrar, por me terem contado,
a história de Sansão e Dalila,
ocorrida há três mil anos,
assim como a de Khayyam e Avicena,
que viveram há mil anos,

e por certo,

embora de mim não reste traço,
não será esquecido que na minha geração,
o primeiro terrestre pisou o solo de outro planeta
deste Sol da Via Láctea!

:)

Tinta Azul disse...

Caríssimo Vasco,

Antes de mais as minhas desculpas pela ausência.[imaginas porquê...muito trabalho]
Pelo blog, parabéns sempre porque muito bonito tendo, há muito, passado a fase experimental como já várias vezes disse.
Ah e aluaflutua também agradece. Mesmo!

Bj

vbm disse...

:))

Mas Espinho, merece!

:)